• SPS Cobranças

Artigo: Condomínio em tempos de covid-19




Condomínio em tempos de covid-19 foi o tema de um artigo, redigido pelo nosso CEO, Dr. Alvício Lino Thiesen, para o Jornal Vizinhos Solidários.


Vamos conferir o texto?

Boa leitura.


Condomínio em tempos de covid-19


Estamos vivendo tempos novos. Somos obrigados a nos adequar e readequar a situações novas e, muitas vezes, inusitadas. É um ganha e perde, um perde e ganha constante. Já não sabemos qual será a novidade do dia de hoje; que dirá a do dia de amanhã, da semana e do mês que vem. E assim, aprendemos a viver e conviver com os novos tempos.


Também nos condomínios, onde as pessoas ao longo das suas vidas construíram suas fortalezas, temos agora que nos readequar. Condôminos que nunca víamos, ou eventualmente víamos nas primeiras horas ou ao fim ou do dia, descem no elevador conosco a qualquer hora do dia ou da noite. As pessoas redescobriram suas fortalezas, precisam de segurança e não há lugar melhor que a nossa casa. E muitas vezes essa nossa casa é até mesmo a casa dos nossos pais, onde sempre estivemos seguros.


E aí acontece o inevitável. A vida no condomínio também fica mais regrada e cara. Despesas com aquisições extraordinárias, contas de luz mais elevadas, maior consumo de água, contratações excepcionais de empregados e mão de obra, em meio a outros tantos imprevistos, tornam mais cara a vida nos condomínios.


Nesta hora – mais do que nunca -, é necessário que se evite ao máximo quaisquer inadimplências condominiais. A receita mensal do condomínio – nós o sabemos -, nada mais é do que o rateio mensal das despesas entre as várias unidades, que se cotizam para pagar as contas do mês. Qualquer inadimplência, quebra o elo desta corrente, cabendo aos demais condôminos arcar com mais este ônus.


É então imprescindível que nós todos, que juntos compomos aquela receita, tenhamos clara a consciência do nosso compromisso com os demais. A minha eventual inadimplência sobrecarrega os restantes condôminos.


Sabemos que a pandemia do coronavírus vem se estendendo bem mais do que era possível imaginar. Muitas empresas enfrentam sérias dificuldades e sem previsão de melhoria, pois a solução foge à nossa alçada.


Trabalhadores foram demitidos ou tiveram sua carga horária e salários reduzidos, o que refletiu diretamente nas finanças da família. Muitos tiveram ou terão que eleger prioridades e a taxa condominial pode estar entre as contas que serão deixadas para depois. Infelizmente é a realidade e, por mais corretos que procuremos ser com nossos compromissos financeiros, entendemos que essa crise pegou a todos de surpresa.


Organize-se, programe suas contas. Evite o atraso no pagamento das taxas de condomínio. Até porque – face à inadimplência -, o custo delas ficará ainda mais elevado.


Se o seu condomínio está enfrentando problemas como este, onde moradores estão com dificuldade de fazer o pagamento das taxas condominiais, terceirize o trabalho de cobrança. Uma série de cobradoras isentam a taxa de administração, ou seja, para o condomínio não há despesas extras. Além disso, o contato com o inadimplente acontece com profissionalismo e cordialidade, sem expor o morador a uma situação desagradável junto ao síndico ou conselheiros.


A nossa torcida é para que os cientistas e pesquisadores que estão dedicados ao estudo do covid-19 encontrem um caminho para a cura. Assim, poderemos retomar as nossas vidas, o nosso trabalho e negócios. Mas uma coisa é certa, teremos um novo olhar, com ainda mais valor e cuidado para a saúde.


Alvício Lino Thiesen CEO da SPS Cobranças


#covid19 #condomínio #FlorianópolisSC #cobradoradecondomínio #síndico